Cirurgião Dentista e a Quiropraxia

Cirurgião dentista e a Quiropraxia

Matéria sobre as dores dos dentistas e como a Quiropraxia pode tratar e prevenir estas dores, sendo desde uma lombalgia até uma hérnia de disco, dor de cabeça, dor no joelho e quadril e muito mais.

Quiropraxista Dr. Fabio Corsini Motta, Quiropraxia Clínica – Escolha Quiropraxia e Viva bem.  https://quiropraxiaclinica.wordpress.com/

Quiropraxista Dr. Fabio Corsini Motta, Quiropraxia Clínica – Escolha Quiropraxia e Viva bem.

Dr. Fabio Corsini Motta

Doutor em Quiropraxia. Quiropraxista no Instituto

Paulista de Quiropraxia – IPQ.

“Quiropraxia Clínica – Escolha Quiropraxia e Viva bem”.

https://quiropraxiaclinica.wordpress.com

Cirurgiões-dentistas são susceptíveis ao desenvolvimento de problemas de saúde.  Hábitos desfavoráveis durante o trabalho, tarefas repetitivas e posturas desconfortáveis podem contribuir para lesões musculoesqueléticas (LME), estresse e perda de produtividade1.

A Odontologia se destaca por ser uma das três profissões mais procuradas da área da saúde mundialmente, essa grande demanda impõe ao seu praticante uma série de fatores predisponentes a alterações sociopsicofisiológicas, organizacionais e ergonômicas em seu trabalho2. 

Alguns estudos apontam que a região lombar é uma das mais atingidas nestes  profissionais. Isso se deve ao fato de os discos intervertebrais da região lombar dos dentistas serem vitimados por excesso de carga compressiva e rotatória agregado aos componentes ergonômicos próprios dessa prática clínica3. Um estudo feito na Polônia na década de 1980 verificou que mais de 92% dos dentistas pesquisados experimentaram lesões musculoesqueléticas, especialmente no pescoço (47%) e parte inferior das costas (35%). Mais de 29% dos dentistas experimentaram problemas com os dedos, com 23% do quadril, enquanto 20% apresentaram problemas na parte média das costas, e também  nos ombros (20%). Dor nos pulsos foi relatada por 18,3%, e dores nos joelhos, pés ou cotovelos por 15-16% dos entrevistados1. 

A Quiropraxia é uma profissão na área da saúde que lida com o diagnóstico, o tratamento e a prevenção das desordens do sistema neuromusculoesquelético e dos efeitos destas  desordens na saúde em geral. Há uma ênfase em técnicas manuais, incluindo o ajuste e/ou manipulação articular, com um enfoque particular nas subluxações. O exercício da Quiropraxia enfatiza o tratamento conservador do sistema neuromusculoesquelético, sem o uso de medicamentos e procedimentos cirúrgicos4. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Complexo de Subluxação Vertebral (CSV) se refere a um modelo descritivo de uma disfunção motora segmentar, o qual incorpora a interação de alterações patológicas em tecidos nervosos, musculares, ligamentosos, vasculares e conectivos5. 

Os sintomas de perturbações musculoesqueléticas aumentaram com o número de anos de prática1.

mobilização cervical matéria

A Quiropraxia, por meio da anamnese, que consiste em: coleta da história, perguntas e respostas, avaliação física, avaliação postural, leitura de exame de imagem (caso tenha ou precise), palpação muscular, testes ortopédicos e neurológicos, palpação articular, fechamento do quadro clínico, ajuste e/ou manipulação articular do quiropraxista, orientações de atividades, entre outros, trata de diversas alterações, sendo algumas:

» Dor nas costas.

» Dor no pescoço.

» Dor de cabeça.

» Dor nos ombros.

» Cefaleia tensional.

» Tensão e estresse.

» Hérnia de Disco.

» Ciatalgia (ciático).

» Adormecimentos no braço e/ou perna.

» Escoliose.

» Quadril, joelho e tornozelo.

» Ombro, cotovelo e punho.

» Contraturas musculares.

» Artrite e Artrose.

» Problemas de postura, alteração postural.

» Tonturas.

» Síndrome do túnel do carpo.

» Tendinites e Bursites.

» LER / DORT.

» Fibromialgia.

» Entre outras.

Removendo-se a subluxação articular e devolvendo o bom funcionamento e uma congruência ideal para articulação, há um alívio dos sintomas e remissão da dor.

A manipulação quiroprática é eficaz no tratamento da lombalgia do tipo mecânica e  inflamatória em cirurgiões-dentistas, em curto espaço de tempo e com poucas  intervenções, conseguindo bons resultados na redução dos sintomas álgicos nessa classe de profissionais6.

Versão digital da revista Odonto Magazine AQUI

Referências:

1. Work-related musculoskeletal disorders among dentists – a questionnaire survey; http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21736272.

2. Loges, Klaus; AMARAL, Fernando G. Fatores de risco associados à saúde dos dentistas – Uma abordagem epidemiológica . Revista Produção Online, Florianopolis, v. 5, n. 4, 8p. Ano: 2005.

3. Genovese, Walter J.; Lopes, Attilio. Doenças Profissionais do Cirurgião-Dentista. São Paulo: Pancast Editorial, 1991.

4. Organização Mundial da Saúde. Diretrizes Da Oms para a Educação e Segurança em Quiropraxia/ Organização Mundial de Saúde. Novo Hamburgo: Editora Feevale, 2005.

5. Alexopoulos, Evangelos C; Stathi, Ioanna-Christina; Charizani, Fotini. Prevalence of musculoskeletal disorders in dentists. BMC Musculoskelet Disord. 2004.

6. Eficácia da Terapia de Manipulação Articular Quiroprática em Cirurgiões-Dentistas Portadores de Lombalgia Mecânica / Julia Massako Fukushima Tsuchida, Rubens Massaki Watanabe. – 2010.

3 respostas em “Cirurgião Dentista e a Quiropraxia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s